26 de junho de 2009

Brigaduuuuu

Tudo bem que ele é mulherengo, tarado, doente por sexo - segundo ex-esposas sequeladas -, e encarna naturalmente o Jorge Tadeu. Tudo bem que ninguém merece ternos brancos, ombreiras, olhar 43 e mugangas com a boca. O fato, todavia, é que Fábio Junior merece a alcunha de Rei e ponto. Como não? Assim como Pelé, Roberto Carlos e Reginaldo Rossi, por exemplo, o galã atravessa gerações como ícone da fossa, de amor visceral de mulher, de menino e de pai. Com ou sem rugas (e pregas), o homem arrasa qualquer coração sensível, principalmente se o bichinho da dor-de-cotovelo está roendo dicunforça. Fabão nasceu pra fazer chorar, seja pelos chifres que provoca ou pelos que consola. Ele pede colo, gira o mundo, se apaixona sem limites e não sai dos 20 e poucos anos. Diante da interpretação sofrida de letras suas e alheias - sempre profundas, como alguém que chega ao fundo de um ser humano -, até se pode aturar um figurino cafona e um olhar de Ted. Principalmente quando ele diz, mansinho, pra esquecer, se ele não me ama e não me quer...talvez até valha a pena comer a florzinha fálica pra ver se cola. Ou responder, de fato, o que é que há. Assim, girando o mundo, como grãos de areia tão fininhos; enroscar no pescoço, ser caça e caçador, chamar pelo pai e pela mãe. Fábio, senta aqui, que eu quero colo! Sem mais para o momento, desde já: brigaduuuu!

Recomendo: O que é que há / Quero colo / Sem limites pra sonhar / Eu nunca estive tão apaixonado / Senta aqui / Amar sem medo de querer / Desejos / Amar você / 20 e poucos anos

3 comentários:

Solin disse...

eu fico de boca aberta com vc, rs

talvez por outra mente este post pudesse ter saído completamente meloso, chato, nada isntrutivo.

ai ai..

beijosmeliga!

Ju C. de Andrade disse...

"O que é que está se passando por essa cabeça?" Olha, minha amiga... Sabes me responder quando essa nossa fase passará? Amei o post; "fui atrás com tudo!"

=*****

JUJUbildes disse...

Perfeito o seu texto! O Fábio é isso tudo mesmo!
Gosto muito de tudo que vc escreve!
Beijos!