17 de abril de 2008

É namoro ou amizade?


Discussão batida, mais do mesmo, descoberta da pólvora, contudo me sinto inclinada a retomar. Tendo o Amigo X me perguntado, na condição de aconselhado, se eu acreditava na amizade entre homem e mulher solteiros, interessantes e afins, minha resposta foi afirmativa. Vacilante, mas afirmativa. Como poderia dizer que não se eu mesma tenho amigos tais? Mais livre do enredo que o fazia questionar, agora, pondero: não sou mais a romântica radical dos 15 anos. Uma vez perdida a inocência, já eram as ilusões gostosinhas. Sim, fui sincera com o rapaz, principalmente ao lembrar do meu querido compadre (o hetero, claro), cuja boca nunca beijei ou quis beijar e vice-versa. Foi amizade à primeira vista. E olhe que nos conhecemos aos 16 anos. Até hoje. Não teve embriaguez, lombra, carência, papo-putaria e situação-que-faz-o-ladrão pra botar maldade na gente. E eu o acho atraente, e ele me diz o mesmo (sei que não é por educação, pois adoramos sinceridades malvadinhas). Até nos divertimos com o fato, especulando como seria nossa experiência sexual: frustrante e risível, gargalhável. Devo concordar, todavia, que o caso é raro. As criaturas de sexos opostos só se tornam amigas se: 1)Pelo menos um dos dois é feio; 2)Pelo menos um dos dois é casado; 3) Já rolou e morgou; 4) Ainda não rolou o momento "eu não tô fazendo nada-você também". E pensando de tal forma, dá nojinho de como somos animais sentimentais ("me apego facilmente ao que desperta o meu 'desejúú'"). Pra não causar polêmica sexista mais uma vez, nem vou dizer que as mulheres são mais abertas (eita, piorou agora!) a relações não-carnais com los chicos. Falo por mim: tenho amigos sim, com os quais jamais me relacionei(aria). Puritanismo nada! Apenas não sou um bicho da espécie caiu-na-rede-é-peixe ou aquele deu-mole-eu-como. Para me aproximar de alguém não pergunto "por que não?", mas "por quê?". Não tem porquê suficientemente digno? eca, nem quero, ó! Para que se divertir com os errados (não que haja um certo, claro)? Com que intuito investir num sentimento marromeno ou que você sabe claramente que é admiração propositadamente travestida de interesse (carência; olha ela!)? Já os boys (ou boa parte deles) dificilmente deixam de enxergar peito e bunda na amiguinha se ela é passável. Pior: tratam absurdamente bem, viram ombros aparadores de lágrimas ambulantes, despejam elogios e o "bora marcar mesmo" é de verdade! Caso vejam que não têm chance ou tenha rolado e, porventura, acabado, cadê o amigo? A amizade do peito se transforma em "bom dia". Como descreveu muito bem o post de uma amiga recentemente, eles podem estar querendo aparecer, brincar de "nem te ligo", fazendo charminho (e quem não liga mesmo é você, pois "a única gostosa aqui sou eu!" Mandamento feminino!). Ou - acredito nessa hipótese muitas vezes - os pobrezinhos não sabem mesmo como lidar com uma amiga que já viu o seu bilau. Sei lá! Vai ver têm vergonha, medo de amiga querer romance de novo ou falta de vocabulário próprio de ex-futuros-amores. Mais uma da série Mulheres pensam branco, homens preto/mulheres escolhem par, homens ímpar!...E, se eles desconhecem, vão procurar professoras no campo hostil (as rapariguinhas, fúteis ou do mal que costumam adorar). Afinal, melhor perder os amigos do que a piada, certo?

13 comentários:

nobody disse...

Tais vendo como não somos previsíveis? Eu, por exemplo, sou completamente diferente. Uma vez um grande amigo me falou de uma figura q era louca por ele... a mulé era bonita, bem sucedida profissionalmente tb e tudo mais.
Segue diálogo:
- Mas ela é minha amiga! amiga de infância. não tem jeito de me agarrar com ela não.
- Tá doido, é? pirou? deixa de ser besta!
- Pow, tu nunca tivesse um amigo q não quizesse agarrar?
- Bonito??? Não...

Renatinha disse...

Hahahahahahahahahaahahahaha! Além de ser periguete, ainda chamou o pobre do amigo de feio, heim? tsc tsc tsc

nobody disse...

peeeeriguete é a vc!!! (pra não falar outra coisa)
hahahahahahahahahahahahahahahaha

Paranóia Ululante disse...

Quando tás inspirada és foda mesmo, né nate???
Achei linda a declaração p Carlos Henrique!!!
Acertei??? sei que nao curtes se dou nome nos bois petrolenses, mas nao resisti =~
Eu o conheci, e garanto que é lindo ver a amizade de vocês. E rir com vocês. Deve dar um orgulho danado ^^

Happy Pills disse...

Pois é, fia... E eu acho muito triste quando amores e amizades se transformam em bom dia (ou mesmo nem isso)... Acho mesmo. Por mim eu virava amiga de todos os meus ex. O problema é que eles são uns trastes, não valem o que o gato enterra, sacanearam comigo, etc, etc, etc. E os casinhos que ficam se fazendo de gostosos e com pose de to nem aí??? Ooooooxe! Me poupe, né? A ÚNICA GOSTOSA AQUI SOU EU!!!

ascka disse...

Eu acho que é normal existir amizade entre homem e mulher com os tais requisitos. O problema é que essa coisa de sentimento é tão sensível e mutável que uma simples amizade pode evoluir. Não acho que se deva analisar muito, é melhor sentir. Essa coisa de provar existência eu deixo com os matemáticos.

Breno disse...

Existe.

DW disse...

Bem, pelo menos nunca tive problemas com as minhas amigas, afinal eu sou sempre o amigo feio.
Um ponto a favor das amizades verdadeiras e das cumplicidades entre os sexos, mas um ponto contra minha aparência pessoal. hahaha
Jornalista, Jornalista, adoro suas polêmicas.
Bjão

nobody disse...

tá vendo q não existe?

Renatinha disse...

Como assim, Vi? Existe sim (aiaiai). Mas, Darkwizard, amigo feio um c...! Fofo, charmoso, inteligente e bom partido! Tu não é pra amigo, é pra marido logo! Tanto q já pegaram. hehehehehe

Breno, tu soi meu amigo? E bonito, heim? Concordo. Existe.

Ascka, apesar dos números pares, não sou muito fã da matemática. Exatinha demais pra mim ;)

Concinha, a única gostosa é vc. heheehehe.

Bjos, queridos! =***
Sim, Tassine, foi de Karl q falei mesmo =). Ali é amor de muito. Aqui tb.

=**** aos pares

Anônimo disse...

Não existeeeeeeee
Me poupe!
tâm

Gilgomex™ disse...

Eu até tento acreditar nisso, mas é bem difícil... Claro que se eu fosse menina, talvez eu tivesse essa idéia...
Mas eu sempre fui afim de todas a minhas amigas (PS: tá, menos as feias, o que confirma parte de sua tese), e sempre tive amigas, que se dessem mole (mais uma de suas teses) eu ficaria sim...
Mas aí, vinha parte ruim...
Quando um dos dois é feio... E eu estava incluído nessa...
Então sempre tive amigas muito sinceras.
Eu também era sincero, ouvia todas as macaquices que algumas faziam e tal...
Mas sempre, tive as segundas intenções, que não deveria ter.
Sempre fiquei naquela, será que ela realmente não quer nada comigo??
Mas além de ser feínho (e isso não mudou com o tempo), eu era bem tímido... Então, só fiquei com amiga uma vez na vida... Mas não foi por falta de vontade.
Fazer o que???
Somos animais sentimentais sim... E sexuais também.

PS: apesar de ainda feínho, e ainda tímido, eu consegui melhorar muito no contato com as mulheres... rs.

PS 2: e hoje em dia tenho várias amigas, já que (mais uma de suas teses) sou casado.

Renatinha disse...

Tá vendo? Foi o que eu disse (ou pelo menos tentei). Existe, até pq não somos tão bichos assim. Mas claro que, quando há condições favoráveis ao acasalamento (sem outros parceiros, mesma espécie, etc), macho e fêmea estão sempre suscetíveisa envolvimento. Não creio, no entanto, que atração-animal-só-pq-tu-tens-pinto-e-eu-tenho-pipiu seja suficiente motivo pra relegar amizades aos experimentos amorosos triviais. Se valer a pena (ou seja, houve um porquê), que se joguem as partes! Novatos comentaristas, sejam bem-vindos. =). Adoro saber das experiências alheias e botar tudo num bolo só de discussões.
Xeros em todos