4 de março de 2008

NÃO


Ligou, e não falou no msn, apesar de estarmos online, como de costume. Queria ouvir minha voz; sabia que assim seria mais perssuasivo. Me ver uma vez pelo menos, só umazinha, vai. Ia morrer se não me visse só daquela vez. Coisa do signo. Sabia apelar pro meu apêgo à história, minha nostalgia, meu ranking. Top one? Huuum...talvez não mais. Sim, eu disse não. Não só agora escrevinhando, mas ao telefone, naquele momento. Insistiu, mas viu que era não mesmo, um não desconhecido pra ele. Namorar era o que eu queria? Sim, ele o faria com prazer se eu quisesse. Não? Queria saber por quê. Não bastava para mim todo aquele carinho e o desejo a ninguém mais oferecido naquelas proporções? Não? Convenceu-se quando meu ouviu dizer de novo que não. Não me contentava com pouco. Não quando o assunto é qualquer "nós dois". Realmente, não me contento. Megalomaníaca sentimental. Precisava de paixão. Não, era mecânico. Sim, eu sei que deve ter doído ouvir. Muito bom, mas quase somente instintivo, egoísta e frio. Precisava de mais, ele entendeu. E eu entendi que fica mais fácil dizer não quando a gente recebe um. Não, nunca havia recebido um assim tão "não sinto nada por você" como ficou claro depois das desculpas com outros nomes, desfechos e melodramas. Acho até que nunca houvera uma rejeição assim simples e absolutamente natural. Mexe com ego. Mas foi bom. Agora eu digo não. Não aquele sutil que costumo dar em histórias bem-resolvidas ou nem iniciadas. Um não para o que é bom, ou foi. Assim feito minha filha, que acordou um dia simplesmente dizendo "não" bem direitinho, repetindo e balançando a cabecinha. Um "não" tão sincero que me fez refletir sobre como dizer tal monossílabo negativo parece tão difícil quando perdemos a inocência, e tão simples quando se é puro. Não, obrigada. Continuo querendo sempre mais, com ambição, pro coração.

5 comentários:

Anônimo disse...

MF eu sei o q eh! kkkkkkkkkkkk. Menina eu sendo tu dizia sim. abstinência do q é melhor? nunquinha. kkkk

Anônimo disse...

Apesar do não ser complicado de ouvir e dizer,um caso assim´, fica totalmente desnecessário!!!kkkkkkkkkkkk
Eu digo sim!E por favor me liga de novo!
"um copo de água e um boquete não se nega a ninguém"
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Carlos disse...

Grrrrhhhhhhhh. Não mesmo!

Renatinha disse...

Meda de vcs! Q vergonha! kkkkkkkk

Renatinha disse...

Retiro tudo o q disse. Não sei dizer não. Tento, mas não sou convincente. O mesmo rapaz ligou ontem como se nada tivesse acontecido. Eu mereço!