13 de fevereiro de 2009

Planeta Carnaval

Quatro dias para se libertar dos papéis sociais de filha, chefe, marido, desempregado, desportista, rico, pobre. A fantasia de Carnaval pode servir bem a esse intuito de muitos. Personas que, nesta época gloriosa, dispendem eforços, cédulas e neurônios para encontrar o look mais irreverente e bonito, mas que também investem no maravilhoso poder de Momo para esquecer a rotina e vivenciar um mundo paralelo de alegrias e alegorias. A escolha dos adereços denuncia, portanto, quem você deseja ser nesse adorável mundo novo. O super-herói que tudo pode e tudo faz; as sedutoras dançarinas de cabaré, vampiras e diabinhas; os palhaços bonachões. Ao fincar o pé na cidade ladeirosa, abre-se a passagem secreta para esse universo platônico, onde a máscara eterniza o sorriso e a purpurina passa a ser o seu sangue e seu suor. Lá não tem classes sociais, responsabilidades, medo, timidez, intriga, inveja. Plumas nos dão asas, cores nos fazem bons, músicas nos tornam irmãos. Dar adeus a esse mundo, nas Cinzas, é triste e melancólico, pois a vida real não permite felicidade. Roubamos, portanto, punhados de confetes pisados, pedaços de chita suada, um batom quebrado...com a intenção de, vez em quando, na clandestinidade, vestirmo-nos da alegria que esta realidade ainda vai experimentar, numa época vindoura, quando formos verdadeiros pierrots e colombinas, passistas a bailar. Enquanto não chega esse mundo ideal, sejamos uma versão melhorada de nós no planeta Carnaval.

6 comentários:

nobody disse...

mas a vida real não precisa ser esse mar de tristeza...

"Sabe, para mim a vida é um punhado de lantejoulas e purpurina que o vento sopra.
Daqui a pouco tudo vai ser passado mesmo - deixa o vento soprar, let it be, fique pelo menos com o gostinho de ter brilhado um pouco..."
Caio Fernando Abreu

solin disse...

meu, que lindo! que lindo.

visto desse ponto, podemos trazer do Carnaval para a realidade, as lições de felicidade.
Mas muitos pensam ser pesado, e esperam pelo dia em que estarão mais fortes. esperam...

até ;)

[aereo-porto.blogspot.com]

Renatinha disse...

Obrigada, Solin. É isso =). Hasta pronto! ;)

Vi, a nossa jamais será menos carnavalesca, mesmo durante os outros dias do ano. =*

solin disse...

*Renata, eu juro q adoro a música Princesa-Amado Batista. eu vi na sua lista de indicações lá do Almanaque do Brega hehehehhehehe

;)

Recife. Vizinha!! :D

Renatinha disse...

Eita, o almanaque ficou paradinho, mas estamos dando outro formato a ele. Fique atenta, vizinha admiradora de um bom breguinha. hehehehe. Curti teu blog, mas não vi como deixar comentários. =P

Ju C. de Andrade disse...

Que triste o carnaval ter "acabado", né? E agora, como vou ser a pessoa animada que fui nesses 4 dias de folia? Parece-me que, p nós adultos, fora do período carnavalesco ficam impróprias atitudes tb "carnavalescas"!!! E haja rótulo...